topbanner

Jello Biafra voltará ao Brasil

Jello Biafra no Brasil

JELLO BIAFRA & THE GUANTANAMO SCHOOL OF MEDICINE: o maior ícone do punk americano volta ao Brasil em novembro

A história de Eric Boucher, ou simplesmente Jello Biafra, se confunde com a própria história da música punk e dos princípios do faça você mesmo. E em novembro de 2010 a América do Sul receberá sua visita pela 2a vez.

Biafra ficou mundialmente conhecido no cenário underground do fim da década de 70 e início dos 80 por integrar a lendária e ultra política banda punk Dead Kennedys. No grupo, o vocalista compôs pérolas como “Holliday In Cambodia”, “California Uber Alles” e “Kill The Poor”, iniciando a tendência de incluir temas políticos e sarcásticos em suas letras. Muitos o acusam de ser um dos precursores do hardcore e inúmeras bandas que vão do punk ao thrash metal, passando por estilos mais inusitados, já prestaram reverências à sua obra junto ao quarteto Dead Kennedys. Entre eles estão Sepultura, No Means No, Pearl Jam, Melvins, Agent Orange, Boysetsfire, Earth Crisis, Richard Cheese, Foo Fighters, Faith No More, L7, Les Thugs, Napalm Death, Final Conflict, Darkest Hour, The Didjits, Nailbomb, Neurosis e Spazz, entre muitos outros, provando a grande influência do grupo.

Imperdivél

Imperdivél

Com o fim dos Kennedys, Jello Biafra passou a se dedicar ativamente ao seu selo Alternative Tentacles e novamente, estipulou novos padrões de como uma gravadora independente deveria se portar frente aos padrões impostos pelas rádios, MTV americana e revistas corporativas. O selo se mantém ativo até os dias de hoje e detém o posto de gravadora underground mais antiga do mundo, tendo iniciado suas atividades em 1979 para lançar os álbuns do Dead Kennedys. A Alternative Tentacles possui extrema relevância na história do underground americano e mundial por ter revelado e divulgado nomes como Alice Donut, The Butthole Surfers, D.O.A., 7 Seconds, No Means No e Neurosis, entre outros.

Apesar do status de “dono de gravadora”, Jello Biafra não baixou a guarda e continuou compondo ao lado de amigos e grupos diretamente influenciados por sua música e postura política. Os maiores exemplos foram o LARD [junto a Al Jourgensen do Ministry], Tumor Circus [com membros do Steelpole Bathtub], No WTO Combo [junto a Kris Novoselic do Nirvana] e participações em álbuns do Offspring, Sepultura, Pansy Division, Brujeria, Pitchshifter, Body Count e Motorpsycho, sem contar os projetos que levaram seu nome como Jello Biafra & DOA, Jello Biafra & No Means No, Jello Biafra & Melvins e Jello Biafra & Mojo Nixon. Tudo isso sem contar os inúmeros CDs de spoken word que o músico lançou entre 1987 e 2006.

Como se tudo isso não fosse o suficiente, Biafra ainda arranjou tempo entre suas atividades musicais para se candidatar a cargos políticos nas ocasiões da eleição a prefeito de São Francisco em 1979 e mais tarde, para presidente dos Estados Unidos no ano de 2000 pelo Partido Verde.

Em 1992, o vocalista participou de uma jam session no extinto Aeroanta junto aos músicos João Gordo e Jão [Ratos de Porão], Igor Cavalera e Andreas Kisser [Sepultura] no lançamento do livro Barulho de André Barcinsky. E em novembro de 2010, Jello visitará o Brasil novamente, desta vez com seu novo projeto JELLO BIAFRA & THE GUANTANAMO SCHOOL OF MEDICINE que inclui ex-músicos de grupos como Rollins Band e Victims Family.

A turnê passará pela Argentina e no Brasil estão confirmadas duas apresentações no Hangar 110 [uma junto ao Ratos de Porão e outra com o Flicts] e no Lago Sul em Brasília junto ao Sepultura totalizando 5 shows na America do Sul até o momento.

Jello em ação

Jello em ação

Datas:

31/ Outubro/ Domingo – Santiago – Chile – A confirmar
03/ Novembro/ 4a-Feira – Rosário – Argentina – Confirmado
04/ Novembro/ 5a-Feira – Buenos Aires – Argentina – Confirmado
05/ Novembro/ 6a-Feira – São Paulo – Brasil no Hangar 110 com Ratos de Porão – Confirmado
06/ Novembro/ Sábado – São Paulo – Brasil no Hangar 110 com Flicts – Confirmado
07/ Novembro/ Domingo – Brasília – Brasil no Lago Sul com Sepultura – Confirmado

Realização:

Hangar 110 e Highlight Sounds




Links:




JELLO BIAFRA & THE GUANTANAMO SCHOOL OF MEDICINE: www.myspace.com/jellobiafraandthegsm

Vídeos:


“Holliday In Cambodia” em Berlin, Alemanha [Set/ 09]: www.nuflicks.de/index.php/archiv/action/listSingle/cId/1/singleID/308/

Foo Fighters e Serj Tankian [System Of A Down] “Holliday In Cambodia”: www.youtube.com/watch?v=cUJrt6E6ki0

Twitters produtoras:

twitter.com/hangar110

http://twitter.com/highlightsounds

twitter.com/highlightsounds

Jello estará de volta

Jello estará de volta

Biografia JELLO BIAFRA & THE GUANTANAMO SCHOOL OF MEDICINE

Lá se vão 20 e poucos anos desde que o Dead Kennedys – o maior fruto da mente do lendário vocalista Jello Biafra – se debandou oficialmente. Desde então, Biafra tem se mantido ativo e construiu uma carreira baseada em palestras intercaladas com diversas colaborações junto aos mais comprometidos e respeitados nomes da música underground. Gravar álbuns com projetos e sair em turnê junto a nomes como Melvins, No Means No, DOA, Mojo Nixon e LARD [junto a Al Jorgensen do Ministry], entre outros, o ajudou a manter seu hardcore como uma verdadeira arma política e sua mensagem afiada. Mas com a falta de uma banda à qual ele pudesse chamar de sua, estas colaborações geralmente acabavam durando pouco e deixavam Biafra com toneladas de músicas que dificilmente veriam a luz do dia.

Inspirado pelo show de aniversário de 60 anos de Iggy Pop no Warfield em São Francisco, Biafra passou a planejar algo para o sua festa de aniversário de 50 anos e finalmente decidiu que era hora de começar sua própria banda. Dez anos antes, ele já havia tentado a mesma coisa com o guitarrista Ralph Spight [Victims Family, Freak Accident, Hellworms] e o baterista Jon Weiss [Sharkbait, Horsey]. Eles também já haviam trabalhado junto ao baixista Billy Gould [Faith No More, Brujeria], que estava cotado para se unir ao grupo. Após ensaiar por um mês, o quarteto conhecido como Jello Biafra and The Axis Of Merry Evildoers subiu ao palco em dois shows com ingressos esgotados no Great American Music Hall em São Francisco e logo em seguida, passou os próximos 9 meses ensaiando para a gravação de um álbum.

Eu avisei que ele voltaria!

Eu avisei que ele voltaria!

Antes de entrar no estúdio, o guitarrista Kimo Ball [Freak Accident, Carneyball Johnson, Mol Triffid, Griddle] foi recrutado, resultando em um ataque de guitarras duplas, o que acabou levando a sonoridade do grupo a novos e barulhentos patamares. O quinteto, agora conhecido como JELLO BIAFRA AND THE GUANTANAMO SCHOOL OF MEDICINE, começou a gravar as faixas do álbum The Audacity of Hype [Alternative Tentacles] lançado na 2a metade de 2009. Para a produção e trabalhos de engenharia de som, Biafra se juntou ao velho amigo, sócio-conspirador e lendário produtor de hip hop Matt Kelley [Hieroglyphics, Tupac, Digital Underground, Victims Family], para comandar as gravações nos estúdios Prairie Sun Recording em Cotati, Califórnia e no Hyde Street Studios em São Francisco.

O projeto mantém parte da sonoridade caótica do Dead Kennedys adicionada a uma dose saudável do proto-punk característico de Detroit misturado com camadas de guitarras sônicas e barulhentas e o estilo industrial que o baterista Weiss possui de realizar percussões com incursões de metal. Os assuntos abordados no álbum vão desde a lavagem cerebral anti-Iraque que os poderosos de Washington enfiam guela abaixo dos americanos comuns, passando pela crítica a uma polícia que foge de seu legítimo compromisso de proteger o cidadão e a guerra de classes contra os menos favorecidos. Biafra também propõe à geração Barack Obama, ao seu próprio estilo ácido e crítico, que as mudanças reais acontecem quando a agitação vem de baixo e não de ações glamourosas vindas de cima.

Mesmo após tanto tempo, Jello Biafra lança um álbum que solidifica e expande sua visão livre de concessões e atualizada com os dias atuais, junto a um grupo poderoso que promete ser uma máquina viva e aterrorizante em qualquer palco que venha a atuar e que agora, traz o baixista Andrew Weiss [Rollins Band, Ween, Butthole Surfers] ocupando o posto de baixista, já que Billy Gould teve de retornar recentemente ao Faith No More.

4 Responses to Jello Biafra voltará ao Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Widgetized Section

Go to Admin » appearance » Widgets » and move a widget into Advertise Widget Zone