topbanner

Guaratinguéta, O Sonho Eterno. Old School? Respeito Rapaz!!!

texto, Rogerio Lemos
Fotos, Petronio Vilela

Guaratinguéta no Skateboard é sempre original

Old School Skate Jam

Fui, andei sem parar e como sempre me diverti muito numa pista clássica e com os riders mais insanos, e é isso que importa de verdade! Tenho o maior respeito pelo trabalho do meu brother Nando Tassara (agora junto com o Alexandre Birds), não é fácil fazer um evento desses, vide o meu trabalho com o Cristiano Pira no último Rheumatic Hard Core Session em Piracicaba.

A festa em si foi excelente, a estrutura de arquibancadas muito boa, a galera na maior vibe positiva e o astral elevadíssimo! Se tem dois eventos que tenho o maior respeito são Old School Skate Jam e Swell Old is Cool… Mas no OSSJ eu estava lá desde o início, tenho um carinho especial por esse evento e estive em todas as edições.

Particularmente eu preferia que nem existisse competição dentro do OSSJ. Uma vez que é sempre dito por todos que o espirito desse evento é “for fun”, então coloca todo mundo pra andar de skate e pronto. Mas se existe uma competição, aí é preciso ter certos cuidados pois envolve uma série de detalhes que nessa edição deixou a desejar, mais precisamente no quesito critério de julgamento, o que trouxe alguns desconfortos entre os skatistas. Em alguns casos os resultados finais das categorias não foi uma unanimidade entre os participantes (e já existe uma promessa firmada pelos organizadores em melhorar nesse ponto na próxima edição). Algo saiu da linha, mas nem por isso tirou o brilho da festa e o OSSJ conseguiu cumprir bem com seu papel de ser um dos eventos mais aguardados do ano pelos trintões, quarentões e cincoentões de plantão. Pois bem, vamos lá!

Allan Mesquita quebrou tudo mesmo e fez umas das linhas mais absurdas que já presenciei e de quebra ainda mandou um embaçadíssimo backflip transfer, Cristiano Mateus foi grande presença na Grand Master e andou muito. Ataliba veio de SBC pra mostrar toda a sua base de bowl e representou bem.

Na Legends finalmente ninguém andou melhor que Jeff Cocon e seus bean plants clássicos, mas o Bruno Pastor (mesmo com alguns quilos a mais depois da trip para a Italia) fez umas linhas bem fluídas… Zunga também trouxe seus fs smiths lá do Rio (merrrrmão!) e garantiu seu lugar no pódio.

Marcio Tanabe fez a diferença no Grand Legends com seus laybacks aos 47 anos (não é pra qualquer um), Osmar Lattuca parecia um moleque mandando fast plants no cotovelo, Yndyo mostrou toda a sua localidade no banks e Bruno Brown então, sem palavras, um monstro!

Na Master, com um número muito reduzido de competidores, o Colela parecia estar tomado e foi usando tanto o banks velho quanto o novo banks toy passando de tranfers e abusando de tudo, enquanto isso Celso Galani também fez bonito com um complicado nollie heel flip 180 disaster no fundo. E ainda tivemos a Open Best Trick com o Foguinho violentando o banks com um altíssimo 540, Sorriso passando o cotovelo de flip Indy e vale lembrar também a dedicação do Fabinho na tentativa de passar o transfer de back flip, chegando a voltar com as quatro rodas mas não segurou a pressão do impacto, foi por muito pouco!

Outro ponto alto do evento foi a presença do ilustre Freestyler Teco Jumonji, trazido pelo Bruno Pastor. Teco, que se encontra internado em tratamento em uma clínica em Atibaia, demonstrou total alegria e satisfação de estar se reintegrando ao seus amigos do skate, digamos que seu habitat natural. Fiquei muito feliz em ver que o esforço do pessoal da Skate Por Uma Vida está dando ótimo resultado!

Enfim, o saldo final foi positivo pela soma de todos os fatores. Mas é bom acender uma luz de emergência para esses detalhes de julgamento sejam melhor definidos nos próximos OSSJ. Ou exclui o formato de competição do evento e vira apenas festa “for fun” de verdade, ou simplesmente melhora as condições e regras do jogo para tentar minimizar os erros de resultados, o que é muito difícil quando se trata de julgar um esporte como o skate que é extremamente subjetivo, quase uma obra de arte com tantos estilos e técnicas diferentes.

Entre altos e baixos, esse foi mais um OSSJ que tive o prazer e o privilégio de participar! Obrigado a todos que lá estiveram e compartilharam dois dias de skate numa pista que é um verdadeiro monumento do skate nacional e merece todo respeito. Parabéns Nando e Birds pelo trabalho e 2012 estaremos lá novamente para fazer junto com todos mais um grande evento!

Magrão e Nando Tassara

Magrão e Nando Tassara

Kid

Kid

KBeça-Floripa

KBeça-Floripa

Jeff SBC

Jeff SBC

Jeff SBC

sk8

Cristiano Matheus

Cristiano Matheus

Bruno Zóio

Bruno Zóio

Allan Mesquita

Allan Mesquita

Adnan  Pianagua

Adnan Paniagua

RESULTADOS FINAIS
Master
1º Marcelo Colella
2º Francisco Tashibana
3º Celso Galani
Grand Masters
1º Alan Mesquita
2º Cris Matheus
3º Nilton Ataliba

Legends
1º Jeff Cocón
2º Jorge Zunga
3º Bruno Pastor

Grand Legends
1º Bruno Brown
2º Márcio Tanabe
3º Eduardo Yndyo

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Widgetized Section

Go to Admin » appearance » Widgets » and move a widget into Advertise Widget Zone