topbanner

Face to Face volta a Califórnia.

texto e fotos: Thronn

Ink n’ Iron, Tattoo Convention Long Beach

Esse fim de semana foi tudo que eu queria, estava contando os dias de ir na maior convenção de tattoo e ver as bandas originais do Skate Rock USA.
Deixei pro último dia essa visita e me pasmei. As duas bandas que se apresentaram nesse dia foram Face to Face e o Pennywise.
Face to Face chegou do Brasil a pouco tempo estão afiadissimo. O público para esse evento vem da classe underground do puro Rock n’ Roll anos do Blues e do Punks Rock. Caravanas Rock Billys, Skaters, Pin Ups de todos tipos e raças, carangas envelhecidas pelo tempo e concervada pelo modernidade. Esse visual de contraste entre o Punk do anos 80, com skater do anos 80, pinups do anos 30, dava impressão de estarmos numa maquina do tempo, a cada olhada a um canto ou outro as voltas do Queen Mary avistava-se um belo visual em alguém chamando atenção. O navio Queen Mary pertenceu a familia real da Inglaterra e esta aposentado, hoje serve para festas chiques, comemorações de ano novo, exposições de todos os tipos e covenções desse nível internacional.

O Face to Face está com moral toda agora de descidiram trabalhar mais heehhehehe ele tinham sumido uma época mas agora pode ser achar vários shows deles pelo mundo, estão excurcionando bastante. Cheio de moral eles entaram no palco com público estérico gritando nome dele e ja abrem com pancada ‘’Should Anything Go Wrong’’ do ultimo album Laugh now …Laugh Later. Resposta foi imediata da cantoria em Long Beach. Cativos fans como eu acompanhou os caras até final eufóricos. Essas cançõe do Face to Face foi feita pra pogar na porrrada mesmo que e playboy nem entra pra não quebrar a unha, só punks, skaters, rockers girando sem parar e várias ninas do movimento no meio agitando.

Alegria aqui é pouco para tanta felicidade de rever o cara em ação. Essa banda consegue fazer conções com timbre peculioares levados totalmento pro lado Rock n’ Roll Punk, falando nisso a força, a carga, que comando o quarteto está nos dedos de baixista ‘’Scott Shiflett’’ que sempre esteve em ótima fase. Toca um baixo ausado e além da precisão impecavél. Com Sua pegada poderosa ele passeia pelo braco do baixo cantando junto com público. Já é notavel que alguns estilos de musicais como Punk Rock, Blues, Funk, Reagge o baixo que harmoniza.

Eu não dei bobeira e pelas fotos reparem eu estava bem na frente cantando a minhas prefeirdas como I’m not Afraid, Everything is everything, Nothing is new, 1.000X, Late etc Disconnected, Pastel……….
Trever Keith com vocal de moleque adolecente rasgando a garganta consegue tocar sua guitarra Gibson selecionando os timbres agudos que só ele pode assinar como coisas da Califórnia.
Tocar em casa com amigos e família em cima do palco não tem nada melhor pros caras da Face to Face depois de percorrer alguns paises inclusive o nosso detonando esse sonzão.

O apoio do Chad Yaro – guitar, vocals deixa o som mais redondo sem vacuo e cara é exelente e conhecedor desse tibres californianos agudos e levadas do puro Punk Rock extridentes que faz agente pensar em skateboard no mesmo instante.
O batera dos caras o que posso falar? Danny Thompson – drums esse ai nasceu com missão, colocar nossa geração pra pular até se esgotar o último suspiro e deixar o sour correr. Esse é baterista do Face To Face original, rapido, pesado e preciso colocando sua a alma em cada baquetada.


Valey guys até o próximo show.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Widgetized Section

Go to Admin » appearance » Widgets » and move a widget into Advertise Widget Zone